“Um bom conselho”





Qual será um bom conselho?
Quem é tão sábio que possa considerar?
Quem é o tolo que não deva se arriscar?
Rejeitar o tal conselho, bem mais tolo o fará?

Quem segue o conselho, liberdade perderá.
Pois quem vive de conselhos, poucos dias contará.

Quem vive de conselhos na verdade não viveu.
Vive o medo do conselho que um dia recebeu.
Desconfio que não vive, á muito já morreu.

Então vai o meu conselho.
Não sofra influência.
Viva o bem, se prepare, espere o mal.
Viva a sua experiência.
Não escute muitas vozes, só a sua consciência.

Seja sábio, viva a sua vida.
A vida faz o sábio.
O sábio vive a vida.

Por fim, te darei um bom conselho.
Se este conselho lhe foi bom,
Me agradeça em dinheiro.

10 Response to "“Um bom conselho”"

  1. Paulinha says:
    6 de fevereiro de 2010 17:41

    Querido Jair,

    Que lindo ensaio, parabéns!!

    Olha vou estrear esta página de comentários..rs...ainda bem, que os homens perceberam que primeiro são as Damas...ahahah..

    Olha, tratando-se de conselhos....escuto sempre uma frase, que diz assim: "Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia"..rs...

    Claro que tudo é relativo, há conselhos que podem edificar uma pessoa, dependendo de quem parte o conselho....

    Se um pai ou uma mãe der um conselho a um filho, creio que é para o próprio bem dele...

    Mas imaginemos, se uma amigo interessado na mulher do outro amigo. Onde há interesses, os conselhos são confiáveis?! Nenhum pouco...

    Mas concordo com você:

    "Então vai o meu conselho.
    Não sofra influência.
    Viva o bem, se prepare, espere o mal.
    Viva a sua experiência.
    Não escute muitas vozes, só a sua consciência".

    E termino...

    Aquele que tem medo do novo tem medo da vida, pois cada dia é um NOVO DIA. Vivendo e aprendendo...

    Beijos.
    Graça e Paz!!

  2. Eduardo Medeiros says:
    6 de fevereiro de 2010 18:21

    Esse texto tá parecendo tirado do livro de provérbios!!

    Provérbios do Jair, cap. 4, 6 ..rsssssss

    Estás mais proverbial do que nunca, meu amigo!!

  3. Gresder Sil says:
    6 de fevereiro de 2010 20:08

    Quer meu conselho?

    O verdadeiro conselho é aqule que vem sem dizer que é.

    Assim como a mão direita nao pode saber o que a esquerda esta dando.

  4. Marcio Alves says:
    6 de fevereiro de 2010 21:06

    Mas Jair, então se assim for não devemos ouvir o seu conselho, pois afinal de contas, não devemos seguir conselhos. Rsrsrsrsrsrs

    Uma outra questão, nós seres humanos, procuramos conselho em quem nos dará o conselho que queremos ouvir, pois já partimos decididos, o que buscamos então, não é a decisão, mas o encorajamento para fazer o que na verdade já escolhemos fazer, mas falta nos coragem para fazermos e não a decisão!!!

  5. Jair dos Santos says:
    7 de fevereiro de 2010 08:09

    Paulinha minha seguidora fiel...rsrsrs...Vejo que gosta de poesias.

    Pode ficar tranquila tem muito mais de onde saiu esta.

    Agradeço seu comentario educado, inteligente, delicado e que sintetiza a ideia incerida nesta poesia.

    Beijos.
    Graça e Paz!

  6. Jair dos Santos says:
    7 de fevereiro de 2010 08:14

    Dudu nunca é de mais dizer: Que bom recebe-lo aqui.

    Ultimamente tenho meditado nas palavras do velho Salomão (Proverbios e Eclesiastes) o que me tem inspirado tais postagens.

    Já nosso amigo Marcio tem se inspirado em Cantares e escolhido as partes mais picantes...aquele pervertido...rsrsrs

    Dudu nem preciso te pedir para voltar sempre né?

    Forte abração.

  7. Jair dos Santos says:
    7 de fevereiro de 2010 08:18

    O Gresder deixa de ser metido a conselheiro meu fi...o conselho aqui é meu se quiser dar conselhos tem que me pagar...rsrsrs

    Que qui é?...tô paganooo...rsrsrsr

    Brincadeira seu conselho faz sentido.

    Forte abraço.

  8. Jair dos Santos says:
    7 de fevereiro de 2010 08:20

    O Marcio a proposta é exatamente esta, não siga o meu conselho, ouça a sua consciência...se gostou do meu conselho, não é de graça não filhão, vai separando a grana, ja passo na sua casa...rsrsrsrs

  9. Eduardo Medeiros says:
    8 de fevereiro de 2010 16:39

    Ô Jairzinho, que afã mercadológico é esse heim?? Tu tá cobrando demais!!!

    Se conselho fosse bom, ninguém daria, e sim, venderia...

    parece que você quer seguir esse lema, né? Então, você acredita que o seu conselho é mesmo um conselho, e conselho dos bons!!

    Mas pensando bem...alguns conselhos valem a pena seguir. Já segui alguns (especialmente do meu velho) e me dei bem.

  10. Jair dos Santos says:
    8 de fevereiro de 2010 17:17

    Pois é Dudu, tenho certeza que não te cobraram nada por isso.

    Minha intenção é manter o bom humor e a brincadeira saudavel, aliados ao conselho que considero bom.

    Segue quem quizer.

    Lembro na minha infância de um vendedor de pamonhas que passava no carro anunciando no mega fone...

    "Só não compra quem não quer mais que é barato é...rsrsrs

Postar um comentário