Loucuras e poesias.







Dicionário define o Louco: que não é razoável, que contraria a razão, sendo, por isso, surpreendente, ou absurdo, ou arriscado; INSENSATO. Eu atribuiria esta definição ao Poeta.

Tenho por certo que
Todo poeta é um louco
Todo louco é um poeta

O poeta é aquele louco que não se prende a regras
Caminha livre no pensamento, como quem anda ao vento
Alcança longas distâncias, ultrapassa barreiras sem se fatigar

O poeta é aquele louco que não segue os ditames
Viaja sem mapa, viaja sem rota
Curte a paisagem do caminho
Não se preocupa como  chegar

O chegar é conseqüência
O caminho traz novas experiências e são elas que vão perdurar

Quem analisa um poeta procurando razão
Certamente dirá, és um louco.
Mais quão feliz é o louco, por não ter a pretensão da razão
Queria ser louco apenas um pouco e nunca mais pensar ter razão

O razoável observa Deus de perto
O louco se deixa abraçar por Ele

O razoável duvida de Deus
O louco tem fé no Deus invisível
Enxerga em si a imagem e semelhança
do louco poeta da Criação.

Deus.


Estou certo que me chamarão de louco ou poeta

7 Response to "Loucuras e poesias."

  1. Edson Moura says:
    14 de dezembro de 2009 23:24

    Jair meu irmão e amigo (por que quero que seja e pronto também)

    Descobri seu ministério:

    Ministério da poesia na igreja. (se não tiver vamos criar) rsss

    De fato, embora não seja poeta, já detenho algumas qualidades...a loucura.

    Sei que muitas vezes não consigo expressar o que sinto, e sei que muitas vezes eu não quero mesmo verbalizar meus pensamentos, pois certamente, o único abraço que receberia, seria o de uma camisas de força. De qualquer forma não deixa de ser um abraço né? Rsss

    Mas a poesia nos dá essa "válvula de escape" de escrever absurdos e ser entendido como "gênios"

    Fazer o que né irmão? Sou louco por um Deus que fala comigo mas não ouço sua vóz, está sempre ao meu lado mas na maioria das vezes nem sinto a sua presença.

    Volta e meia eu sinto que Deus está tão próximo...ou pelo menos um enviado Dele, escrevendo poesias num blog chamado "fico com a palavra de Deus"

    Jair, vai aquí um conselho meio "louco":

    Olhe-se no espelho, até você entender que Deus quer se ver refletido neste espelho que você está fitando.

    Saia pra rua então e deixe que as pessoas percebam este reflexo...em suas atitudes.

    Elas então dirão:

    Nossa! Sinto a presença de Deus aquí, só não sei de onde vem!

    Obrigado irmão, por sofrer comigo!

  2. Marcio Alves says:
    15 de dezembro de 2009 09:38

    Pensei, pensei e pensei
    Até refleti

    Abandonei a razão
    Para pensar com o coração

    Pensar com o coração
    É sentir emoção

    Raciocinar emoções
    Para depois pensar as razões

    Razões das razões
    Não são razões

    Razões do coração
    São razões para além da razão

    Chorar e amar
    Brotam do coração

    Beijar e abraçar
    Coisas do coração

    Poesias vem do coração
    Sem razões para a razão

    Coração, coração
    Quero ser poeta para sentir emoção!


    Desculpe meu querido amigo Jair, por estragar o seu lindo poema. Rsrsrsrsrs

    Abraços

    Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

  3. Jair dos Santos says:
    15 de dezembro de 2009 11:44

    É meu querido Edson esta é mais uma caracteristica dos loucos (poetas); sentir a dor dos outros sem estar ferido e em meio as lagrimas escreve poesia.

    Isso é coi di loco como diria Carlos Massa...rsrsrs

    Uma coisa tenho notado, até nosso amigo racional foi infectado e esta me saindo um belo poeta.

  4. Eduardo Medeiros says:
    15 de dezembro de 2009 13:02

    Amigo Jair, seu louco, enlouqueçamos pois todos nós que ainda temos lucidez.

    Mas não sou louco de jogar fora a razão, pois somente através da própria razão é que posso entender que a razão não diz tudo.

    E quando a razão me deixa frio, insensível e chato, eu me socorro na loucura de não ter razão e ter apenas coração que sente, coração que se encanta com o mistério indizível.

  5. Jair dos Santos says:
    15 de dezembro de 2009 15:26

    Pois é meu amigo Eduardo; A razão só me fará saber que eu estava enganado quando pensava estar com a razão...entendeu? Acho que sim, você que é um especialista em icógnitas.

  6. Edson Moura says:
    16 de dezembro de 2009 03:16

    Só tem louco nesse lugar! Rsss

    Abarção Jair

  7. Eduardo Medeiros says:
    17 de dezembro de 2009 14:03

    Edson, e não é que é? rsssssss

    É isso aí Jair, a razão nem sempre tem razão!

    abraços

Postar um comentário