“Jesus faz uma visita surpresa nas Igrejas Evangélicas.”





Jesus resolve fazer uma visita nas igrejas evangélicas atuais, mais para não causar espanto veste-se da maneira mais simples possível, calçando um par de chinelos, vestindo uma camiseta básica e uma calça Jeans desbotada.

No dia e hora de costume se dirige ao “Templo”, conhecido como Sede das Igrejas de Jesus na terra.

Quando ele chegou o templo ainda estava vazio, havia apenas um humilde obreiro na porta que o recebeu e pediu que se sentasse. Passaram-se aproximadamente 15 minutos do horário que o culto deveria começar só então os “irmãos” começaram a chegar.

Jesus então pensou... È por isso que eles dizem... ”Quando eu cheguei aqui meu Jesus já estava”.

Os “irmãos” mal se cumprimentam cada um se senta no local de costume, alguns casais que já não se falam á meses chegam também, o esposo na frente e a esposa arrastando a criança que chora porque queria ficar em casa assistindo televisão.

Jesus que estava sentado bem no fundo num cantinho da igreja fica só observando o movimento.

Rapazes e moças entram na igreja mascando chiclete, alguns antes de entrar jogam o chiclete na calçada e outros nem se importam e entram assim mesmo.

Finalmente começa o culto com a oração devocional, Jesus fica atento para ouvir a oração e só ouve petições materialistas e queixas diversas, após a oração é hora do louvor; Jesus se levanta juntamente com a multidão e presta atenção na letra da musica que estava carregada de novos pedidos de restituição do tipo... ”Eu quero de volta o que é meu”.

Eu não me esqueci do Pastor, ele estava no escritório tratando de assuntos mais importantes e só apareceu na hora de pedir oferta que mais parecia um leilão, quem pode dar mais, quem pode dar mais.

Chegou hora da mensagem, o pregador muito famoso pegou o microfone e antes de abrir a Bíblia pede mais uma oferta com o argumento que seria para terminar a reforma inacabável do templo.

Jesus continua sentadinho só observando, interessante que na chegada dos irmãos, muitos nem notaram aquele homem simples sentado num cantinho no fundo da igreja.
O pregador famoso foi recebido com se ele fosse Jesus e para variar só chegou quase próximo da hora da mensagem para causar impacto.

Não se sabe o que ele pregou, na verdade ele já tinha frases prontas do tipo: “Manda gloria prá cima que a gloria vai descer, só dá gloria quem tem gloria, quase uma hora depois, o pregador havia se esquecido de ler o texto da Bíblia que havia separado para pregar, então se desculpou dizendo que Deus trabalha da maneira que quer.

Neste momento Jesus começa a chorar e um homem que estava ao seu lado pergunta-lhe; Porque choras? Jesus não responde e pensa em ir embora.

Já esta no final do culto e pelo menos três filas se formam em direção ao púlpito; Jesus levantava-se para sair, então resolve perguntar para que seriam aquelas filas, um irmão empolgado que estava na fila responde; ...é a fila prá pegar azeite consagrado, lenço ungido e sal grosso. Jesus observou que o pastor enchia pequenas botijas com azeite (Gallo) que ele afirmava ser de Israel, os lenços estavam em grandes fardos e pela quantidade e qualidade, só podiam terem sido comprados na 25 de Março e o sal era de marca conhecida no mercado.

Jesus vendo aquele absurdo começa a expulsar as pessoas da fila, até que chega nas mesas de distribuição e derruba tudo, Alguns perplexos perguntavam quem é este homem descontrolado? Então os seguranças da igreja o agarram e colocam para fora ameaçando prendê-lo.


Este texto é apenas uma ilustração, mais existe uma historia parecida na Bíblia e hoje não acontece diferente.

Alerta; Se Jesus visitar as nossas igrejas o que Ele vai presenciar?

6 Response to "“Jesus faz uma visita surpresa nas Igrejas Evangélicas.”"

  1. Marcio Alves says:
    14 de novembro de 2009 09:31

    Infelizmente, este seu texto tem um quê de realidade.

    É lamentável ver, no que se transformou (ou transformaram) a religião de Jesus.

    Agora, só lamentar não basta!
    É preciso que façamos alguma coisa para mudar essa realidade.

    Devemos nos rebelar contra esse sistema manipulador e opressor.

    Um grande abraço

    Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

  2. Gresder Sil says:
    17 de novembro de 2009 22:35

    li todo seu texto com um sorisão no rosto, pois foi muito descontraída e agradável a leitura.
    É incrível que as pessoas não se toquem que o que se faz na igreja é pior do que se faziam no templo na época de Jesus.
    Agora você fez uma mistureira que eu não consegui decifrar qual era a deMonizaçao rsrsrs
    Assembléia mundial da graça universal? rsrs

  3. Jair dos Santos says:
    18 de novembro de 2009 14:32

    Demonização é boa rsrsr, se encaixa perfeitamente ao contexto...rsrsrs

  4. Eduardo Medeiros says:
    19 de novembro de 2009 08:19

    Pois é, tanto lá (na época de Jesus) quanto aqui (demonização, (Gresder)), as coisas continuam as mesmas. Sempre que um grupo - seja a religião que for - esquematiza um "culto" para a divindade, esse sistema cultual é usado para fins de manipulação de massas incautas.

    Agora, azeite Gallo?? é ruim hein, no máximo deve ser aqueles preparados de soja que imitam azeite, rsss

    abraços

  5. Jair dos Santos says:
    19 de novembro de 2009 09:12

    Realmente Azeite Gallo é superestimei o mal gosto dos picaretas.

  6. AILTON Says:
    5 de dezembro de 2009 10:14

    Graça e Paz Pastor,

    Incrivel este texto, em cada igreja ou denominação tem um pouco do que foi escrito, pastores se achando ser Deus,jovens desleixados, crentes que não olham para o que está no próprio banco,muitas vezes nós somos assim, a começar por mim,e outras coisas mais, infelizmente, Jesus ainda não voltou por causa dos crentes, e muitos não querem a volta de Cristo porque precisam terminar a sua casa, comprar o carro novo,etc,etc...

    José Ailton
    www.extremosulgospel.com.br

Postar um comentário